terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Como sou e como me imagino

A falta de me ver mais vezes no espelho, principalmente de corpo inteiro, faz com que aconteça um fenómeno  me imagino muito mais magra do que realmente sou.

A imagem que vemos do alto da nossa cabeça para o nosso corpo é completamente diferente da imagem que vemos de frente para um espelho, daí fica difícil cair na real.

Umas das minhas tácticas para ajudar à dar-me força é espalhar pela casa fotos minhas de corpo inteiro e passar algum tempo a analisar o meu corpo no espelho. Isso evita que eu viva de ilusões e deixe de comprar roupa número 44 quando na verdade uso 46.


4 comentários: