quinta-feira, 4 de abril de 2013

Uma gorda no ginásio - # 2

Como foi a escolha do ginásio
Não dissemos como foi a escolha do ginásio eleito. Depois de muito especular sobre os horários, preços e etc. a gorda achava que um ginásio perto do trabalho seria a melhor escolha, mas em um último impulso decidiu visitar um ginásio na cidade onde vive – é que ela trabalha em Lisboa e vive em uma cidade que fica do outro lado do rio Tejo.

Ela achava que ao frequentar um perto do trabalho não tinha hipóteses de desistir, achava que se frequentasse um perto de casa, assim que saísse do autocarro o impulso para ir para casa seria maior do que o de ir para o ginásio.

Mas havia um problema em estar em Lisboa: os horários dos transportes não são flexíveis e isso faria com que ela chegasse muito tarde em casa. Então decidiu ir visitar o ginásio da sua cidade, um pouco envergonhada, mas com alguma confiança.

Foi muito bem recebida: a moça da recepção mostrou os horários, as modalidades e até fez um tour com ela pelo ginásio – mostrou desde os balneários até as salas das aulas. A gorda ficou mais empolgada ainda e fez, naquele mesmo dia, a inscrição.

No dia seguinte, à hora do almoço, foi à uma loja de desporto para comprar roupa, pois as que tinha em casa estavam velhas, rasgadas e sem cores. Comprou duas calças e uma blusa, só para começar logo no dia seguinte, nem sequer experimentou as roupas, afinal eram duas calças enormes e uma blusa larga.
CONTINUA

2 comentários:

  1. To adorando essas hitórias...
    baseada em fatos reais, não é? rs

    beijos lindona

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito verdadeiros... a personagem principal sou eu! ;)

      Eliminar