quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Acabaram-se as tretas

Ontem tive mais uma conversa com a minha personal trainer,  e ela me disse uma coisa pela qual ainda não me tinha ocorrido pensar: as minhas facadas na dieta não são só uma traição a mim própria, como eu achava, são também a ela. Disse que estava chateada, porque me faz esforçar para depois eu deitar tudo a perder.
Então se eu não estou conseguindo fazer por mim, vou fazer por quem me ajuda e acredita em mim. Por quem também mudou por mim, meu marido é a peça fundamental do meu sucesso, e eu também não estava a pensar nele.
Acabaram-se os chocolates, refrigerantes nos restaurantes, e todas as pequenas tretas que tenho feito.
Ontem à noite cheguei do ginásio e encontrei um prato maravilhoso, feito com amor, e vai ser por esse amor que vou triunfar e também por ela que nunca deixou de acreditar em mim.

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Almoço

O almoço de hoje é bastante saboroso e saudável.

Desmotivada


Desmotivada, é esta a fase pela qual estou a passar, já tem um ano que não perco peso com valores significativos, mas continuo indo ao ginásio e a ter uma personal trainer.

Não estou conseguindo encontrar motivação para seguir uma dieta, todos os dias cometo um deslize. Acho que muito do mal que tem acontecido é devido ao facto de eu estar descontente com o meu trabalho, todos os dias sinto a necessidade de me dar uma “recompensa” ou um motivo para me sentir bem e todos os dias penso “é só hoje”.

Não ter abandonado o ginásio apenas me ajudou a manter o peso que tenho, do contrário teria recuperado tudo o que perdi.

Eu sei o que tenho que fazer para vencer esta dificuldade, para já mudar de emprego. Estou sentindo uma enorme necessidade de mudar de ares, de deixar de me preocupar com os problemas do dia-a-dia deste emprego. Na verdade é mesmo mudar de ares, porque para onde quer que eu vá, vou encontrar problemas… Entretanto eu acredito que haja a possibilidade de um dia encontrar um emprego que me dê prazer, que todos dos dias eu não sinta que é um grande sacrifício me levantar da cama e que não interfira no meu estado emocional de maneira tão negativa.