segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

Começar de novo

Já dizia a canção: “Começar de novo e contar comigo…” Pois é mais um recomeço depois de alguns atropelos e excessos.

Ao longo do ano de 2015 vi muitos números na balança e o último que me deixou feliz foi 76Kg, mas a coisa descambou pelas férias e agora estou com uns malditos 85kg, quase 10kg à mais, e para chegar aos noventa e tal é um pulo.

Assim, hoje está marcado um recomeço, não vou esperar pelo ano novo como faz muita gente… estive à espera do clique dentro de mim e acho que ele aconteceu este fim-de-semana. Aproveitei para pesquisar algumas refeições e fui às compras, comprei frutas, legumes, verduras, massa, arroz e pão integrais. Como eu trago marmita para o trabalho a estratégia fica simples: só comer o que trago e jamais comprar comida na rua.

O meu maior desafio são os lanches, para mim eles têm que ser saborosos e tem que ser coisas que gosto, por exemplo, antigamente eu comia coisas que não me faziam feliz do tipo: uma maçã, um iogurte líquido, etc. Para além de não me deixarem saciada não são coisas saborosas e visualmente gulosas. Acontecia que eu acabava por comer porcarias na rua.

Os lanches que eu trouxe hoje são saborosos e eu gosto muito: a meio da manhã são duas fatias de pão de sementes integral torrado com doce de morango ligth; à meio da tarde iogurte tipo grego natural com uma colher de aveia e maçã cortada; o segundo lanche da tarde vai ser uma banana.

O pequeno-almoço (café da manhã) foi um iogurte grego natural, duas colheres de sopa de aveia e um kiwi cortado. O almoço vai ser Tortelini (uma pequena porção) e salada de alface. O jantar ainda não sei o que vou fazer, mas talvez passe por ser apenas uma sopa.

Não me interessa se o Natal vem aí, se a passagem de ano de vem aí… eu tenho que ser responsável com a minha saúde a qualquer altura do ano e não posso estar eternamente à espera: depois do natal, depois da passagem de ano, depois do carnaval, depois da Páscoa, depois do verão, enfim!



sábado, 10 de outubro de 2015

As minhas fases

A minha luta contra a obesidade pode se dividir em duas fases, a primeira (perdi 16kg) e a segunda, que foi a fase onde andei perdida.

Na segunda fase as minhas estratégias deixaram de surtir efeito e comecei a ganhar peso, desesperada culpei o emprego, a saudade, o stress e etc. Andava confusa na verdade. Andava também intrigada e por muitas vezes me perguntei “onde anda aquela Adriana que conseguiu perder peso?”, “Sei que estás aí dentro de mim, mas então aparece!”. E ela não aparecia.

Hoje consigo entender o que aconteceu: eu caí na rotina. Pode ser que para outras pessoas isto não tenha o efeito que teve em mim, mas o que é certo é que eu precisava de um sopro de novidade, um novo estímulo. Fazer as mesmas coisas todos os dias começou a fartar e aí tudo era motivo para eu descambar em fazer asneiras.

Por isso é importante mudar um pouco, experimentar coisas novas na nossa alimentação, caminhos diferentes na nossa corrida, modalidades diferentes no ginásio. Tudo para renovar um pouco e dar uma lufada de ar fresco… com algumas pequenas mudanças, os resultados começam a aparecer e aí a nossa motivação começa a crescer ainda mais!

quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Excelente começo

Ontem já tive o segundo treino com o novo personal trainer, e devo dizer que estou satisfeitíssima, não podia ser melhor, é um excelente profissional e querem saber da melhor? É vegan, o que vai me dar inspiração para finalmente deixar de consumir alimentos de origem animal. Mas isto é conversa para outro dia…

No primeiro dia, que foi anteontem, fiz uma avaliação: me pesou, tirou as medidas e também fiz umas provas, cujas repetições foram anotadas e filmadas, para que mais tarde possamos repetir e analisar a evolução. Fiquei extremamente contente com a minha prova na passadeira, pois consegui correr os 20 segundos na velocidade 15!

Hoje sinto-me bastante motivada e nem sequer me sinto ansiosa por comer porcaria, estou cheia de vontade para ver os resultados e sei que vão espectaculares… o meu objetivo era conseguir chegar até o final deste ano pesando 70kg! Acho que é possível se eu mantiver o foco, a ajuda necessária tenho, basta tirar bom proveito agora.

terça-feira, 29 de setembro de 2015

De volta ao ginásio


Ontem retornei ao ginásio e hoje sinto-me muito bem, a sensação de trabalho e de queima de calorias me deixou bem disposta. Fiz uma aula de RPM (bicicleta) e GAP (glúteos, abdominais e pernas) e hoje estou com grande vontade de fazer PUMP (pesos).

Já falei com o novo PT, as coisas com o anterior não deram certo (com grande pena minha), eu não estava a conseguir criar uma rotina sólida de treinos, estava com necessidade de ter um acompanhamento diferente, apenas uma vez por semana não ia ser suficiente. Agora com o novo vou ter treinos duas vezes por semana, a minha ideia é ter este acompanhamento até o final do ano, para perder o que engordei e perder ainda um pouco mais, depois reduzo para uma vez por semana. 

A alimentação também está balanceada (acho eu), não estou a ser seguida por nenhum nutricionista, por isso não sei se estou a fazer alguma coisa de mal. Basicamente o que estou a fazer é:

- 1x por semana de carne vermelha;
- no resto dos dias peixe (atum, pescada branca, bacalhau) e frango;
- muitos legumes cozidos e salada de alface com tomate e cebola;
- 1x grão-de-bico ou feijão-frade;
- 1 ou 2x por semana de arroz integral (três colheres de sopa);
- iogurtes líquidos magros, queijo, fiambre (presunto) de aves, frutas (maçã, banana, abacaxi, pêra e uvas);
- 1 fatia de pão integral ou pão de sementes;
- 3 galetes de milho ou arroz
- e nunca pode faltar o copo de água morna com limão em jejum.
- Tem também a asneira da semana, gosto de comer pipoca quando vou ao cinema.

Hoje de manhã não me pesei, mas vou considerar oficialmente o peso inicial de 83kg e espero perder 5kg até o final do mês de Outubro.

sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Sofro de urgências

“sofro de urgências, morro antes de levar o tiro”

Está aí uma frase que me identifica na perfeição, sou demasiadamente ansiosa. Tudo tem que ser para já, não consigo esperar. E quando tenho que esperar por alguma situação importante, sofro muito até chegar o dia! Faço filmes mirabolantes na minha cabeça, isto me faz tão mal! E o desfecho nunca é nada daquilo que eu imaginei, a situação nem é tão grave como pintei, no entanto já sofri o que não era necessário sofrer.

Isto se reflete na minha alimentação, nas asneiras que faço ao longo do dia. Esta ansiedade me faz comer demasiadas coisas que não deveria comer. Assim que passo por alguma situação desconfortável, sinto um ataque de ansiedade e só penso em bolos e comidas calóricas.

Será que isto tem emenda? Terei que tomar algum tipo de calmante? Eu até tento fazer um exercício mental dizendo a mim que “tudo vai correr bem”; “se não der certo, não deve ser grave, mais grave é descobrir alguma doença incurável”; “Tem calma!”; etc…

Estou a escrever este e-mail e estou a ter um ataque de ansiedade, estou a espera de uma resposta no meu e-mail desde ontem e tenho estado em sofrimento desde então. É horrível, sinto um aperto no peito e não consigo fazer mais nada, a minha cabeça está a mil: “o que deve estar a pensar de mim?”; “fiz asneiras”; “o que está a fazer que não me responde?”; e por aí vai… o dia inteiro nisso…

O engraçado é que só fui notar que era assim há bem pouco tempo, talvez eu tenha sido sempre assim, só que agora está mais intenso ou então estou mais atenta às minhas sensações.

terça-feira, 22 de setembro de 2015

Dia especial

Ontem tive uma conversa com uma amiga lá do ginásio, nunca tínhamos falado tão abertamente como fizemos ontem. Ela era obesa e já perdeu peso, está ótima, agora quer tonificar o corpo. Ela sabe o que se passa comigo, aliás só quem já foi ou é obeso sabe o que se passa na nossa cabeça. Rimos, brincamos, mas no fundo há um imenso vazio… cada um tem o seu.

Ela me disse que não devemos mudar por ninguém, eu não posso querer perder peso só para agradar o marido, os filhos, as amigas, a vizinha, etc… e era exactamente isto que se passava, eu estava desculpando a minha falha com o facto de não ter mais treinos com personal trainer de forma rotineira. Claro que não saber se vou ter treino na próxima semana, ou ter treino tarde da noite (quando tenho menos energia) prejudica o processo, mas não é desculpa para baixar os braços e deixar a situação se agravar da forma como está se agravando, pois já ganhei 8kg e de forma muito rápida, isto pode vir a se transformar em um aumento de 10kg ou mais!

Aquela conversa foi muito boa e chegou no momento certo por parte de alguém que sabe o que passa na minha mente. Aquela força me valeu muito e hoje me sinto bem, não estou ansiosa e me sinto cheia de forças para me exercitar.

Estou a fazer uma alimentação bastante equilibrada, com a ajuda de uma outra amiga. Aliás tem sido uma ajuda fantástica também, ela faz-me sopa sem batata e dá-me miminhos especiais: outro dia deu-me peito de frango com cogumelos legumes salteados; ovos escalfados com ervilha; peixe, etc…

Como posso não obter resultados com tanta gente a conspirar a meu favor?

terça-feira, 8 de setembro de 2015

Até logo!

O propósito de ter criado este BLOG foi o de partilhar a minha experiência do meu processo de perda de peso. Durante algum tempo isto funcionou bem, e até perdi 16kg. Aprendi muitas coisas e partilhei tudo o que aprendi. Partilhei minhas pesquisas sobre como alterar o nosso modo de vida e rotina para tirar proveito para a nossa boa saúde e perda de massa gorda.
Ultimamente tenho notado que os registos têm andado como uma montanha russa: ora em cima, ora em baixo, ora estou bem e cheia de esperanças, ora deito tudo a perder com as asneiras que faço. Isto não me agrada, pois assim eu não estou a ajudar ninguém com a minha experiência e estes tipos de registos descaracterizam o BLOG e só espalham desesperança.
Sendo assim, resolvi dar um tempo e me afastar. A minha luta não vai parar, mas acho que devo percorrer outro caminho e cuidar do que está mal ao meu redor e isto passa por medicar a minha alma, o que foge um pouco da dinâmica deste BLOG.
O clima no meu trabalho está péssimo e isto contribui muito para o meu desequilíbrio interior, há dias que me sinto angustiada, como hoje. Eu preciso de equilíbrio e paz interior para poder realizar o meu trabalho com o mínimo de erros possíveis e da maneira como está o ambiente tem sido difícil realizar qualquer trabalho com a máxima certeza de que estou a fazer certo.
Tenho um outro blog e vou deixar o link aqui, lá escrevo sobre tudo e mais alguma coisa e que também passou por um período de abandono, justamente porque eu estava focada na minha perda de peso e dei mais atenção a este aqui. Agora como o caso se inverteu…
Entretanto, posso vir a postar algumas atitudes que irei tomar para continuar na minha luta para perder peso, para continuar a ajudar com ideias as pessoas (apesar de tudo eu não vou baixar os braços), por exemplo: Sábado, tirei a manhã para cozinhar e organizar as minhas marmitas para a semana. Eu percebi que sem organização eu estava a consumir alimentos calóricos para “desenrascar” um dia ou outro. Acho fundamental organizar um cardápio saudável para a semana, evita que andemos a consumir alimentos rápidos e calóricos para tapar buracos.
Esta explicação de afastamento é só porque as postagens vão continuar mais espaçadas umas das outras, talvez sejam semanalmente. O meu desejo era que fosse diárias ou pelo menos, menos espaçadas, mas com textos interessantes e não com desculpas esfarrapadas, derrotas, angústias, afinal este blog não é um muro das lamentações.
O outro blog é aqui:www.pictureofmyowndrika.blogspot.pt

quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Melhorar a auto estima

Ontem dei comigo a pensar que o facto de me sentir mal com o ganho de peso estava a fazer com que eu me descuidasse da minha aparência. Isto acaba por se tornar um ciclo vicioso que vai contribuir para que eu continue a ganhar peso, pois quando a nossa auto estima está baixa, não temos força para mudar o que está mal.
Primeiro temos que nos aceitar como somos e depois ir em busca de mudanças de hábitos que nos vão proporcionar uma vida mais saudável, consequentemente os resultados começam a aparecer e a nossa auto estima começa a aumentar ainda mais e nos sentimos mais forte para continuar, e por aí vai…
Ontem comecei pelas sobrancelhas, parece algo simples, mas muda a nossa fisionomia para melhor em 90%, é fantástico! Já dá até vontade de colocar uma sombra nos olhos, um rímel, etc. Recomendo vivamente que façam a sobrancelha e vão notar a diferença!
Fui a uma loja que utiliza a técnica da linha, que é dolorosa mas que eu acho que é menos violenta para esta área do rosto, que super delicada. Já ouvi dizer que usar cera não é aconselhável porque com o passar do tempo a pele fica descaída, por causa dos puxões.
Este fim-de-semana vou tratar das unhas das mãos que estão uma lástima!
ANTES
DEPOIS

terça-feira, 1 de setembro de 2015

Tempestade

Aqui ando eu às voltas com a minha tentativa desesperada para perder peso, para voltar a encontrar aquela que fui outrora que conseguiu perder quase 20kg. A sensação que eu tenho é que eu estava a navegar em um barco que naufragou e eu sobrevivi, por enquanto, agarrada ao bote salva-vidas. Aí um dia corre bem, o vento é favorável para empurrar o bote ao caminho da salvação, sinto-me bem, mas no outro vem a tempestade que quase vira o bote e me atira de volta ao mar furioso. Os meus dias tem sido assim… ando completamente perdida, ando à procura de motivação.

Eu acho que ela está em alguma amiga, no personal trainer, no meu marido e farto-me de buscar neles o que na verdade pode estar dentro de mim (eu acho). Eu preciso saber descobrir o clic, onde está? Talvez uma terapia com um psicólogo ajudasse ou mesmo umas sessões de coaching.

Eu tento relembrar como estava o meu estado de espírito naquele ano em que eu consegui emagrecer, tento lembrar como tudo aconteceu… e continuo a achar que foi fundamental a ajuda de certas pessoas e estou a necessitar delas agora de novo. Tem gente que acha que a minha força de vontade tem que estar em mim e que não devo depender de ninguém. Mas nós não somos como a matemática, onde tudo tem que bater certo e onde há regras, cada um de nós tem sua própria característica e suas próprias necessidades, talvez eu precise de alguém que me impulsione ou de uma novidade.

Os dias passam, as gramas aumentam, e eu continuo aqui sozinha a conjecturar sobre tudo e sobre nada, completamente perdida neste imenso oceano que é a minha cabeça.

segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Saldo de Agosto

O mês de Agosto não foi nada favorável, quer dizer, na verdade quem não foi favorável para mim fui eu mesma, está na hora de acabar com desculpas e começar a agir, isto no que toca à alimentação.

O que é certo é que uma das ajudas que eu tenho à minha disposição está a falhar muito, que é o personal trainer, durante o mês de Agosto eu deveria ter tido 8 treinos e só tive 2. Isto não foi favorável para que pudesse ter motivação… mas hoje amanheci com a convicção de que eu não posso depender de ninguém para atingir os meus objetivos, eu sou a única que posso fazer alguma coisa por mim.

Quando eu comecei esta jornada em Março de 2013 eu pesava 92kg e tinha uma condição física péssima. Antes de começar as férias deste ano, consegui atingir os melhores resultados de sempre, estava com 76kg e com uma boa condição física. Dois meses e meio depois (férias e falta de personal trainer) estou com 83kg.

Está mais do que na hora de voltar à antiga rotina, perder o que recuperei e continuar a perder até atingir o meu objetivo. Para já vou novamente mudar os meus hábitos alimentares e voltar a fazer o que fazia antes, este fim-de-semana já comecei por mudar a minha dispensa e só comprei produtos saudáveis. Estou de regresso à atividade física e não mais esperar pelo apoio de ninguém, eu posso fazer sozinha e vou conseguir.

Logo mais publico uma dieta que vou começar a seguir que tem 1600 calorias e tem alimentos de todos os grupos alimentares.

terça-feira, 18 de agosto de 2015

Voltei!

Férias e férias e mais férias! Mas agora acabaram… não é que eu tenha estado de férias mesmo do trabalho, foi férias da vida saudável. Deixei de me alimentar corretamente e deixei de ir ao ginásio, resultado: 7kg à mais!

Também fiquei sem a minha personal trainer Filipa Graça, foi embora de Portugal para trabalhar em outro país, vai ser uma experiência enriquecedora para ela, tenho certeza. Da minha parte desejo que ela seja muito feliz nesta nova vida e vou ser sempre grata a todo o incentivo que me deu, sem ela eu não teria conseguido alcançar tantas vitórias, ela acreditava em mim e nas minhas capacidades e sempre dizia “tu consegues”, mesmo quando eu tinha certeza que não conseguiria.

Tem agora outra pessoa no lugar dela para ser personal, um rapaz que eu ainda não conheço mas que foi muito bem recomendado por ela. Não quero criar expectativas, só quero começar a trabalhar e recuperar o tempo perdido.

Já deu para compreender que eu vou ter que viver controlada a vida inteira se não quiser chegar aos 90kg denovo.

Hoje já conheço o novo personal, ele vai fazer uma avalição (pesar e medir) e então delinear as estratégias… vamos ver como corre.

Agora estou com 84Kg.

quarta-feira, 17 de junho de 2015

Batidos matinais

Esta semana estou a tomar no meu pequeno almoço (café da manhã) batidos sem falhar um único dia e tudo isto porque estou a utilizar o método de separar os ingredientes em sacos fechados a vácuo. Adquiri a um bom preço uma máquina para este efeito.
Antes eu falhava esta refeição por falta de tempo, nem sempre eu podia andar a cortar as frutas e preparar tudo para depois bater no liquidificador. Agora, basta abrir o saco e despejar tudo para o copo do aparelho, bater e beber!
Tenho uma revista com receitas para os batidos, no entanto como ainda não organizei muito bem os ingredientes, optei por seguir a seguinte regra: 2 frutas ou 1 fruta e um legume (cenoura ou pepino), espinafre e gengibre.
Batido de maçã verde:
Um pires de espinafres, uma maçã verde, meia cenoura, um pedaço pequeno de gengibre e água fresca (gelada).
Batido de banana:
Um pires de espinafre, duas folhas de alface, uma banana, meio kiwi, um pedaço pequeno de gengibre, uma colher de sopa de aveia e água fresca (gelada)
Batido de laranja:
Um pires de espinafre, uma laranja, meio kiwi, um pedaço pequeno de gengibre e água fresca (gelada)
. Espinafre: rico em ferro, fósforo e cálcio, auxilia a digestão, previne a constipação, dentre outros inúmeros benefícios para a saúde.
. gengibre: é antioxidante e anti-inflamatório, ativa o metabolismo potencializando na queima de gordura.

terça-feira, 16 de junho de 2015

Xau férias.

Férias! Férias!

A semana passada estive de férias e foi ótimo, pude finalmente descansar e aproveitei para ir ao ginásio à hora do almoço. É a melhor hora para se fazer exercício, as modalidades são intensas e são de meia hora.

Quanto ao meu peso não vale à pena comentar, aliás eu aprendi uma lição valiosa que está no livro “O Segredo”. Ontem fui à livraria na minha hora do almoço, procurei pelo livro e fechei os olhos por um momento pedindo uma resposta e eis que me veio a resposta perfeita: não devemos viver demasiadamente preocupados com a questão de ter que perder peso, este tipo de pensamento só vai fazer com que seja atraído para a nossa vida justamente aquilo que não queremos, mais peso!

Devemos sentir leveza e viver despreocupadamente em relação a este e a qualquer outro assunto, a mensagem que devemos mandar para o universo é a de que nada nos preocupa pois tudo se resolverá… não fácil, pois fomos programados pela sociedade para vivermos preocupados com tudo no dia a dia. Esta é a primeira semana que estou a exercitar a despreocupação com o meu peso e acho que está a resultar, pelo menos me sinto menos ansiosa, não sinto desespero por comer doces e nem bolachas, por exemplo. Experimentem, é incrível!

Mas a título de registo aqui para o blog o meu último peso registado foi de 78,300kg, volto a me pesar no final desta semana.

segunda-feira, 1 de junho de 2015

Equilíbrio

Há uns tempos atrás eu li os livros “O Segredo”, “O Poder” e “A Magia” (este último não cheguei a terminar de ler) e andei maravilhosamente bem por umas semanas, em todos os aspectos. Os livros falam sobre o poder do pensamento positivo, o poder do amor ao próximo e a magia do agradecimento à Deus sobre as nossas bênçãos.

Agora ando a cair nas teias do negativismo, pois as pessoas que me rodeiam só usam termos negativos, e andam infelizes. Assim, decidi ler outra vez os livros e para já comecei por ver o vídeo sobre “O segredo” no YouTube, e confesso que já me sinto bem melhor… Eu preciso estar em equilíbrio para continuar a tratar da minha obesidade.

Eu já tive provas do poder do pensamento positivo, provas maravilhosas e quero tirar o maior partido disto para a minha vida. O livro fala muito em “Universo”, deve ser para poder levar a palavra à pessoas que não acreditam em Deus, pois para mim o poder do universo vem de Deus. Ele é o nosso pai e não nos quer mal e não devemos questionar a Sua vontade.

Esta semana começo com muita força espiritual e em termos de exercício físico, vou mudar um pouco a minha rotina de forma a ter mais tempo para fazer outras coisas, assim ao invés de passar entre 1h e 1h30m no ginásio vou fazer exercícios de meia hora:

-Segunda-feira: corrida
-Terça-feira: RPM (bicicleta – meia hora)
-Quarta-feira: Glúteos e dança (aqui faço mesmo 1h30m, pois gosto muito deste dia)
-Quinta-feira: PT
-Sexta-feira: corrida.

Vou continuar a controlar o que como e por enquanto tem sido equilibrado:

-Pequeno-almoço: batidos de fruta e legumes com um pouco de granola caseira;
-Almoço: proteína (carne de aves, peixe ou carne bovina) acompanhada sempre com salada de alface ou legumes;
-Jantar igual ao almoço;
-Lanches: iogurtes magros, queijo fresco, fiambre (presunto) de aves, fruta, delícias do mar, etc…

Assim, dieta, exercício físico e equilíbrio mental andando em paz é a receita certa para o sucesso.

quarta-feira, 27 de maio de 2015

Cansa ser forte o tempo todo

Está difícil… como se já não bastasse eu ser uma pessoa difícil para mim própria, ainda estou rodeada numa onda negativa!

O que tem estragado a minha dieta é a minha insatisfação no trabalho, ando desmotivada e sem paciência para aturar gente mal educada. Então, quando comento que vou mudar isso, só oiço frases que me puxam para baixo: “a situação do país está mal”; “Já tens uma idade complicada”; “Em todo lado é assim…”; “Andam a pagar muito mal”; “Muitas empresas estão a fechar”, etc… Porra! A partir de hoje fico calada, ninguém vai saber dos meus planos.

Por muito forte que eu seja… quando esta onda se junta me deixa para baixo! Hoje amanheci com uma grande neura e sem paciência para aturar ninguém! Isto só pode ser um teste de resistência!

Não custa muito mudar os rumos dos pensamentos… eu já tive provas maravilhosas do poder do pensamento positivo, do poder de proferir só palavras positivas e do poder do agradecimento. E vem essa gente só com frases negativas!

Basta olhar um pouco ao redor e imaginar como seria a tua vida se tivesses nascido no Afeganistão, ou na Etiópia, ou mesmo no México! Será que terias a vida tranquila que tens? Terias as oportunidades que tens? Talvez já nem estivesses vivo!

Por isso eu começo e termino o dia sempre a agradecer à Deus tudo o que tenho e vejam como a minha vida mudou: nasci num país pobre (é rico em recursos, mas estes recursos não são para servir o povo), a minha mãe não pôde me criar, sempre estudei em escola pública, nunca pude frequentar cursos de nada (música, dança, línguas), estive exposta a perigos diversas vezes e hoje tenho uma vida maravilhosa, um marido que foi um presente de Deus, um homem que tem um coração bom… eu acreditei e a mudança aconteceu na minha vida e vai continuar acontecendo.

Mas as vezes me vejo rodeada numa nuvem má, de notícias más, de frases más… e cansa ser forte o tempo todo! Felizmente é passageiro, porque já aprendi a buscar paz no Senhor. Quando me sinto assim, para baixo, fico calada e quieta só reflectindo sobre tudo aquilo a que tenho que ser grata.

terça-feira, 19 de maio de 2015

Pesagem

Na semana passada fiz uma avaliação com a personal e correu tão mal! Fiquei tão envergonhada… não quero mais me sentir assim e por isso mudei de estratégia. E tem muito haver com as minhas últimas postagens, sobre elevar o meu espírito e não deixar que fatores externos me deixem desequilibrada.

Eu tentei fazer as dietas que a nutricionista me tem indicado, mas pelo meio andei a comer o que não devia em ataques de ansiedade, por causa de acontecimentos externos. Por exemplo, certo dia fiquei chateada com uma situação no trabalho e fui à cozinha comer uma colher de Nutella.

Só tenho é que manter o equilíbrio e pensar que as situações complicadas que aparecerem só têm é que serem resolvidas da melhor maneira possível e se eu não conseguir resolver, não é grave, afinal ninguém é perfeito.

Assim, na balança dela no dia 14/05, o meu peso foi de 79,900kg no próximo dia 21/05 ela ficou de verificar novamente o peso a meu pedido e eu acredito que vou ter bons resultados, pois o trabalho de equilíbrio que tenho estado a fazer tem surtido efeito e desde então não tenho cedido a tentações.

Outra coisa que me deixou incomodada foi ter constatado que desde o verão passado (Julho 2014) continuo a pesar entre os 76 e 77 quilos, ou seja, já ando há um ano neste vício de fazer asneiras e queimá-las no ginásio ao invés de continuar a caminhada para chegar ao meu peso ideal! Isto tem mesmo que mudar!

segunda-feira, 18 de maio de 2015

Ama o teu próximo como a ti mesmo

Ultimamente tenho dedicado o meu tempo de leitura à literatura voltada para alimentar o meu espírito, pois acredito que se estivermos em equilíbrio qualquer projeto só pode ter uma conclusão eficaz. Já evoluí um pouco, embora ainda tenha inúmeras arestas para limar, nomeadamente no que toca a conviver pacificamente com pessoas desagradáveis.

Já aprendi que o pensamento positivo tem um poder muito grande nos acontecimentos da nossa vida, bem como o pensamento negativo, e é deste último que nós temos que nos libertar. Aprendi também que temos mais bênçãos para agradecer do que pedidos para fazer, ao agradecer todas as bênçãos que temos, automaticamente aparecerão mais e mais bênçãos na nossa vida. Eu tenho tido provas incríveis do poder do agradecimento e da fé na minha vida e sinto que estou a evoluir cada dia mais no sentido de ter uma vida mais tranquila.

A maior barreira tem sido mesmo alguns seres humanos complicados que, simplesmente, não sabem ser felizes e não conseguem ver os outros bem. A estas pessoas, temos que dedicar oração e paciência, se formos cair na teia de revidar e criar rancor, este mal é todo devolvido para nós e vai abalar o nosso equilíbrio. Não é fácil, mas basta lembrar um dos ensinamentos de Jesus: “se te baterem, oferece a outra face”. Não é todo mundo que está disposto a isto, mas este é o caminho, afinal temos que amar o próximo como a nós mesmos.

O primeiro passo é incluir nas nossas orações o nome destas pessoas desequilibradas e invejosas e pedirmos paz para elas, pois o nosso equilíbrio depende do equilíbrio delas, nós aqui na terra somos um todo e se uma parte está em desequilíbrio, vai comprometer o todo e, acreditem mesmo nisto, nós fazemos parte deste todo.

Não vale à pena discutir com pessoas que não sabem ouvir e nem respeitar a opinião do outro, se nos depararmos com pessoas assim, o melhor é ficarmos calados e rezar para que Deus conceda à esta criatura um pouco de bom senso e respeito pelo próximo, como Jesus nos ensinou: “Pai, perdoai-os, eles não sabem o que dizem”. Não vão mudar a nossa opinião, mas nós também não precisamos mudar a deles, só precisamos orar por eles para que possam cair e si.

quinta-feira, 14 de maio de 2015

Compromisso


Tem sido dias difíceis, por muito que eu queira me empenhar no meu projeto de perda de peso, há fatores negativos que, infelizmente, interferem e me fazem retroceder.

Me sinto desmotivada no meu trabalho, São funções que eu não gosto de desempenhar, para não falar no clima de terror que se vive quase todos os dias… eu até podia realizar as mesmas funções, mas seria mais agradável se eu passasse estas horas inserida em um clima de paz e entreajuda. Isto iria contribuir para o meu equilíbrio emocional e desta forma eu até conseguiria descansar quando me deito para dormir à noite.

Não sei se penso mal, se só eu que penso assim, mas acho um grande desperdício de tempo trabalhar 40 horas semanais para ter um proveito tão pequeno… as vezes me sinto mal pensando assim, quando sei que há países que ainda tem um sistema de semi-escravidão ou mesmo escravidão, mas também sei que há países que as pessoas trabalham menos horas e nem por isso são menos produtivas (isto é uma questão social de distribuição de renda e igualdade entre as pessoas). Na verdade eu só preciso de um pouco mais de tempo para mim, porque essas 40 horas semanais são muito mais que apenas isto.

Outra coisa lixada é a inveja dos outros, tem muita gente que não quer nos ver bem, nos ver melhor que elas e infelizmente eu absorvo estas energias negativas. Estão sempre nos olhando dos pés à cabeça, à procura de um defeito e quando não encontram elogiam com falsidade. Querem nos ver comendo porcarias que só nos vão fazer mal, oferecem e insistem em oferecer.

Mas em contrapartida a este mal todo tem os amigos de verdade que nos dão forças, que se alegram com as nossas vitórias. E eu tenho amigas assim, e sou uma felizarda por isso. Outro dia ouvi de uma amiga o maior presente que poderia ter ouvido e que não estava à espera, ela disse que eu era a uma inspiração para ela, por causa dos resultados que já consegui. Isto deu-me tanta força! E vê-la a obter resultados também é um grande presente.

Outro grande presente na minha vida é Deus, que me tem dado muita força e tem desemaranhado os muitos nós que aparecem, nem há como descrever a magia que isto tem feito na minha vida, eu só fecho os olhos e peço e agradeço ao mesmo tempo e a magia se faz.

Isto tudo deveria ser o bastante para comprimir todo o mal que descrevi acima, e até tem comprimido em alguns dias… mas cansa a gente tentar a ser forte o tempo todo! E há dias que este peso me faz dobrar os joelhos e cair, hoje é um destes dias. Sito um cansaço tão grande! Sentada na minha cadeira do escritório, para onde quer que eu olhe só vejo porcaria para resolver e eu não tenho vontade de resolver!

O título deste post é “compromisso” e comecei esta conversa toda desta maneira para me tentar convencer de que, mais do que motivação, eu tenho que assumir um compromisso de responsabilidade com as pessoas que gostam de mim, que me querem ver bem e que me estão ajudar para isto. Minhas amigas que me amam e se juntam a mim nesta jornada; minha família, que mesmo estando longe torce muito por mim; meu marido que faz tudo o que eu preciso e não me deixa faltar nada; a Dra. Marta que sempre me mostra o lado positivo de todos os meus resultados; A Filipa que sempre acreditou em mim, mesmo quando eu não acreditava e que começou este projeto comigo; Deus que me atende sempre que eu peço, me conforta e compromisso comigo mesma.

Vou procurar saber mais sobre meditação, sobre absorção de energias positivas, vou procurar estar mais Zen, acredito que seja isto que esteja a fazer falta neste processo.

“O Senhor é o meu pastor e nada me faltará”

terça-feira, 14 de abril de 2015

A fome emocional

Para perder peso basta consumir menos calorias do que aquelas que gastas por dia. Se fosse assim tão simples... É que tudo o que fazemos tem influência nesta conta.
Já tentei contar as calorias que consumia, mais ficava sempre para trás, esquecidos, os extras como: bombons, chocolates, bolachinhas, balas, rebuçados, etc... e depois este processo nos faz ficar paranóicas.
O melhor mesmo é ir mudando os hábitos aos poucos, tentar identificar o nosso ponto mais fraco. Um dos meus pontos fracos é a fome emocional, mas tenho tentado me livrar deste problema.
Então vamos separar a comida das emoções? Se sentes fome imediatamente a seguir a refeição; se não te sentes satisfeita com os alimentos mais saudáveis, se só te satisfaz os menos saudáveis; quando estás um pouco deprimida só te apetece consumir a tua refeição preferida. Então andas em busca de conforto emocional na comida.
Para compreender melhor esta dependência (alimento - emoção), faz um diário, regista o que comes e como te sentes naquele momento. Por exemplo, ainda um dia destes eu tive uma situação de estresse no trabalho e a seguir ao almoço fui comer um croissant com manteiga e coca cola. Teve outro dia que participei em uma reunião tensa que até acabou bem, mas para comemorar comi chocolate. Este exercício vai nos revelar quais situações no levam a comer para além da conta e nos vai ajudar a evitar cometer erros futuros.
Quando estas situações acontecerem, bebe um grande copo de água e tenta te colocar em meditação. Isola-te por alguns minutos e reflecte se estás mesmo com fome, pensa naquela calça maravilhosa que está à espera para sair do armário, pensa que te vais sentir mal depois de fazer a besteira. A seguir bebe mais um copo de água e se mesmo assim, este processo todo não for suficiente, aí então come uma peça de fruta.
Por tanto, sempre que tiveres estes ataques de "fome" (fora das horas de refeição) medita, bebe água, faz um passeio, ocupa a mente.
No início, isto até pode não funcionar sempre, mas vai ajudar a evitar muitas bobagens e com a prática vai te ajudar a controlar as emoções.

segunda-feira, 13 de abril de 2015

A fórmula mágica

Antigamente quando eu estava no auge dos meus noventa e tal quilos, e já tinha tentado de tudo para perder peso, eu achava que havia uma fórmula mágica e poderosa, em algum lugar, que me pudesse ajudar.

Qualquer amiga que me mostrasse uma dieta que estivesse a dar resultados positivos para ela, eu seguia e achava que tinha encontrado finalmente a minha salvação.

Mas sabem de uma coisa? Não há fórmula mágica nenhuma guardada por aí. Ela está dentro de nós, é o nosso querer, é a nossa capacidade para dar um basta aos excessos! Quando isto acontece cada um descobre à sua maneira, a fórmula mágica. Claro que quando conseguimos dar um basta, quem pode contratar um profissional da área da nutrição para ajudar, seria o ideal.

Eu só posso dar graças à Deus por poder contar com as ajudas que tenho, na área da nutrição e na área do desporto. Certamente que sem essas preciosas ajudas eu estaria a fazer muitas coisas erradas.

Por isso, nada de andar a copiar a dieta da amiga… começa por diminuir o número de calorias nas tuas refeições, começa a consumir produtos saudáveis, beber mais água, diminuir o açúcar e o sal, começa a caminhar mais e por fim, começa a correr! Ou então dança! Queima calorias e bom para a mente.

quarta-feira, 8 de abril de 2015

Resultado

Hoje foi consulta com a nutricionista e foi um resultado positivo, a pesar de ter feito algumas asneiras  pela Páscoa. Tive aumento de massa muscular e a massa gorda baixou bastante.

Há 15 dias eu pedi para ela um plano alimentar restrito e rigoroso, pois já ando farta de estar sempre no mesmo patamar de peso. Se não fosse a interrupção do plano, por causa deste período festivo, o resultado teria sido ainda mais espectacular. Por isso, pedi para ela para manter o plano por mais 15 dias.

O que mais me motiva neste plano alimentar são os batidos que tomo no pequeno almoço... sinto-me bem tanto fisicamente como psicologicamente. antes eu comia uma fatia pão com fiambre (presunto) de peru e café com leite e sentia alguma azia, pois o pão me faz isso. Agora, mesmo não me sentido saciada com o batido, já não sinto desconforto e compenso a saciedade duas horas e meia depois como lanche da manhã.

O batido basicamente é: uma peça de fruta (maçã ou ananás (abacaxi)) + 1/2 pepino + um pedaço pequeno de gengibre.

Agora tenho que controlar a minha fome emocional para que o resultado seja ainda melhor!

domingo, 15 de março de 2015

Faz um estoque na tua geladeira

Para quem não vive sozinho e divide a casa com marido, companheiro, filhos amigos, etc. Fica bem complicado gerir uma dispensa saudável, mas mesmo assim é possível!

Reserva uma prateleira inteira só para ti no frigorífico e enche ela de coisas saudáveis: frutas e saladas pré-feitas. Organiza tudo em sacos individuais ou em caixas, as vezes já ter em um saco um ovo cozido e descascado já ajuda quando há pressa para consumir um lanche a meio do dia ou da tarde. Ter uns legumes cortados e lavados já é meio caminho andado para preparar um sumo verde.

Podes fazer o estoque dos alimentos e semanalmente preparar os produtos para estarem prontos para saírem da geladeira para a tua marmita, para te acompanharem ao longo do dia.

quinta-feira, 5 de março de 2015

Você tem fome de que?

Com um pouco de emprenho e paciência lá tenho conseguido baixar de peso…
Só precisamos tentar interiorizar que o nosso corpo não precisa de muito alimento para funcionar, e que na verdade aqueles rompantes gulosos que temos, às vezes, é para compensar a nossa fome psicológica.

Temos é que descobrir que tipo de fome anda a nos perturbar: solidão, insatisfação, medo, ansiedade, falta de …. ? Etc.
Acho que eu já identifiquei a minha fome, e ando a matá-la alimentando com fé, com muito trabalho com base no pensamento positivo.

Por muito que uma situação não nos agrade, talvez devemos passar pela situação para aprender alguma coisa. Assim a minha frase de sobrevivência é “que seja feita a Tua vontade e não a minha”. Acredito que certas situações sirvam para nos mostrar o quão fortes somos e também para colocar no nosso caminho pessoas maravilhosas.

A mídia também não ajuda muito… ainda hoje vi um cartaz com uma imagem de um hambúrguer suculento e maravilhoso… eu tinha acabado de tomar o café da manhã, mas comia aquele hambúrguer se me aparecesse à frente. Quando andamos pela área de alimentação de um centro comercial, os apelos visuais só nós impulsionam para alimentos calóricos.

E é por estas e outras que devemos estar mentalmente equilibrados para conseguir vencer os nossos impulsos e vencer os apelos externos.

quarta-feira, 4 de março de 2015

Que tal dar uma olhada na geladeira?

Se quer ter uma força na dieta, tem que dá uma atenção especial à geladeira. Primeiro limpar  das besteiras e depois só abastecer com produtos saudáveis! Aqui vão umas dicas para que possa fazer isso:

1º - Anote tudo o que tem na geladeira, isto é importante, pois afinal são alimentos que gosta de comer e vai ser a base para começar uma dieta equilibrada. Se tem queijos, iogurtes, enchidos, presunto... opte por reabastecer pelos mesmos tipos de produtos, mas ligth, de carne branca.

2º - Quais cores costuma ver na sua geladeira quando a abre? Está na hora de a colorir. Na gaveta, onde estão os legumes, faça com que fique o mais colorido possível. Verdes: brócolos, feijão-verde, rúcula; Vermelho: pimento, maçãs; Amarelo: abacaxi, pêra. Etc.

3º - Olhe para os líquidos, as calorias ingeridas podem ajudar ou prejudicar no seu programa de dieta. Está na hora de trocar os refrigerantes e sucos processados por água, batidos verdes e sucos naturais.

4º - Dar nova vida às sobras. Pode utilizar as sobras de carnes grelhadas, para fazer saladas ou recheio para sanduíches, no caso de necessitar de uma refeição rápida. Com as sobras de legumes, pode-se fazer uma sopa saudável ou mesmo um batido verde.

Assim, os novos hábitos alimentares vão ser mais fáceis de manter se tiver como suporte uma geladeira recheada de produtos saudáveis.


domingo, 1 de março de 2015

Perseverança e trabalho

Quem luta contra a obesidade e que já conseguiu perder algum peso, sabe bem que não se consegue nada se não for com muita perseverança:

Por  (SP) em 11-04-2009
1. Ação ou efeito de perseverar;
2. Qualidade do que persevera: Persistência;
3. Firmeza, consistência, tenacidade, obstinação, pertinácia.

Todos os dias contam, não sábados e nem domingos para descanso e nem segundas-feira para recomeçar... não pode existir recomeço, roque simplesmente não pode haver interrupção.

Antigamente achava que não deveria ser tão rigorosa, que eu poderia ter "um dia para asneira", mas para mim tirar um dia para a liberdade significa cair num espiral de asneiras consecutivas, porque entro no esquema do "amanhã eu volto a fazer tudo corretamente" mas fica difícil encontrar o amanhã.

O certo é que o nosso corpo não precisa desse tipo de alimentos calóricos e ricos em açúcar, o que nos pede é a nossa alma que está vazia de algo e tenta se compensar através da comida. Se encontrarmos o equilíbrio espiritual o nosso corpo deixa de pedir alimentos que só nos vão fazer mal. O nosso corpo não precisa de muito para poder funcionar plenamente.

Nesta última semana tenho andado a variar entre os 77kg e 76kg e para não voltar à casa dos 80kg tenho trabalhado rigorosamente, no meu caso preciso de muito exercício físico e o tenho feito com uma grande assiduidade e assim vou continuar até sair da casa dos 70kg.

Tenho andado também a tentar perceber o que me deixa muito ansiosa, e tenho andado a tentar combater essas causas para assim não sentir necessidade de consumir alimentos que vão compensar a minha ansiedade. Já identifiquei que o meu maior problema está no meu trabalho. Já consegui me sentir mais segura e despreocupada com a minha rotina lá, afinal eu tenho feito tudo o que eu posso para prestar o melhor serviço à empresa, e se algo correr mal, não foi por irresponsabilidade minha, afinal a minha saúde tem que vir em primeiro lugar, sempre!



terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

Carnaval

Que carnaval qual o que!!

Vamos mas é malhar!

Hoje: Body Combat e Power Jump

domingo, 15 de fevereiro de 2015

Sucesso!

Os desafios estão a correr muito bem por estes lados... já estou com 76,8 e muitos centímetros a menos, agora que ganhei embalo não paro mais!

Só tenho mesmo pena de não ter mais tempo para me dedicar ao blogue que é também uma grande força para mim.

A semana que vem está reservada para muita atividade física e poucas calorias. Exercício físico todos os dias...

Eu também vou experimentar uma coisa nova: acupuntura. Isto para me ajudar a controlar a ansiedade e manter as minhas energias equilibradas.

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Ajudas de peso para os exercícios

Ha muitos meses que ando a namorar uns tênis da Nike que são especialmente para quem tem passada pronadora, que é o meu caso. O modelo chama-se LunarGlide e o preço mais barato que consegui encontrar on-line foi de 85€ (+ ou - 255 reais), isso nos modelos que estão de saída do mercado, porque um novo custa em torno de 130€ a 175€ ( + ou - 390 a 525 reais).

Mas o importante não é ter o tênis TAL só por ter, o importante é ter o tênis ideal para a característica da minha pisada, parece que não, mas isto é extremamente importante, pois evita lesões, especialmente nos joelhos. Por isso nós temos que saber qual é a nossa pisada e adquirir o sapato ideal para ela.

Andando por aí... consegui encontrar em saldo na loja da Nike o meu modelo por apenas 65€ (+ ou - 195 reais), não perdi tempo e até adquiri dois! Um para o ginásio e outro para correr. Já até fui estrear em uma corrida e foi como se estivesse a correr nas nuvens! Consegui fazer um dos meus melhores tempos, 5km em 39 minutos.



QUAL É O SEU TIPO DE PASSADA?

A imagem é daqui

sábado, 31 de janeiro de 2015

1ª semana e já há resultado positivo

Eu não poderia estar mais feliz! Já estamos no final da 1ª semana do desafio e já tenho resultados positivos para comemorar! Já adicionei na caixinha das recompensas 10€ e a caixinha do castigo não tem nenhuma  moeda, o que quer dizer que tanto eu como a minha amiga nos portamos super bem durante esta semana.

Quando comecei, na segunda-feira passada, pesava quase 81 kg, hoje já me pesei e estou com 77,8 Kg, o que é fantástico e mais, sem sacrifícios! Aliás não há necessidade de fazer sacrifícios, comer de maneira saudável é uma questão de hábito e fazer exercício físico também. Nem é preciso se desculpar com falta de dinheiro, para não frequentar uma academia, uma boa corrida dia sim e dia não já está de bom tamanho.

Quem quiser participar do desafio connosco está convidado, ainda há tempo!

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

App para dar uma força

Hoje em dia temos que tirar partido das novas tecnologias. Com a facilidade de aquisição de smartphones, temos um leque variado de aplicativos para tudo e mais alguma coisa.


Em fitness eles são variados e muito interessantes. Hoje vim falar de um em particular: o meu orientador de dieta.
Este aplicativo vai nos ajudar a controlar a nossa dieta, os nossos impulsos e ainda vai ajudar a cumprir os desafios. Fazer um registo diário de tudo aquilo que comemos, através de uma extensa base de dados ele vai buscar o valor das calorias consumidas.


Podemos também fazer registo de todos os exercícios que fazemos, o que vai contar também para o saldo das nossas calorias ao final do dia.


De alguns desafios que programa possue, alguns deles são: beber mais água, estacionar carro longe, ir para academia, fazer uma corrida e etc.


Ainda tem o botão do pânico! Quando vemos alguma guloseima por perto, accionamos o botão do pânico. Tiramos uma fotografia da guloseima e depois o aplicativo conta alguns minutos para que nós fiquemos distraídos com alguma outra coisa. Passado esse tempo a vontade de comer passa.


Na minha opinião é um aplicativo muito válido vale mesmo a pena experimentar!

sábado, 24 de janeiro de 2015

Novo desafio

Estive a conversar com a minha colega de trabalho e decidimos criar um desafio juntas. Isso me deixou muito empolgada porque eu me sinto estimulada quando me envolvo em um projeto com companhia.

O desafio é simples e consiste em: não faltar às aulas do ginásio e não fazer asneiras. O resultado tem que ser visível no final de Fevereiro.

As regras são:

  1. Cada falta, sem justificativa, às aulas, temos que colocar 0,50€ em um mealheiro (que nunca será usado para proveito próprio).
  2. Se ao final de uma semana não apontarmos faltas, colocamos no nosso mealheiro 10,00€, que ao final de um mês será a nossa recompensa pelo esforço cumprido.
Assim simples e com a companhia agradável dela, não vai ser difícil de cumprir!