sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Sofro de urgências

“sofro de urgências, morro antes de levar o tiro”

Está aí uma frase que me identifica na perfeição, sou demasiadamente ansiosa. Tudo tem que ser para já, não consigo esperar. E quando tenho que esperar por alguma situação importante, sofro muito até chegar o dia! Faço filmes mirabolantes na minha cabeça, isto me faz tão mal! E o desfecho nunca é nada daquilo que eu imaginei, a situação nem é tão grave como pintei, no entanto já sofri o que não era necessário sofrer.

Isto se reflete na minha alimentação, nas asneiras que faço ao longo do dia. Esta ansiedade me faz comer demasiadas coisas que não deveria comer. Assim que passo por alguma situação desconfortável, sinto um ataque de ansiedade e só penso em bolos e comidas calóricas.

Será que isto tem emenda? Terei que tomar algum tipo de calmante? Eu até tento fazer um exercício mental dizendo a mim que “tudo vai correr bem”; “se não der certo, não deve ser grave, mais grave é descobrir alguma doença incurável”; “Tem calma!”; etc…

Estou a escrever este e-mail e estou a ter um ataque de ansiedade, estou a espera de uma resposta no meu e-mail desde ontem e tenho estado em sofrimento desde então. É horrível, sinto um aperto no peito e não consigo fazer mais nada, a minha cabeça está a mil: “o que deve estar a pensar de mim?”; “fiz asneiras”; “o que está a fazer que não me responde?”; e por aí vai… o dia inteiro nisso…

O engraçado é que só fui notar que era assim há bem pouco tempo, talvez eu tenha sido sempre assim, só que agora está mais intenso ou então estou mais atenta às minhas sensações.

2 comentários:

  1. Oieee,
    Sei muito bem o que é isso. Tb tenho as vezes.
    Antes de dar uma dica me responda: vc tem um profissional te acompanhando? toma medicamento? Para mim tratamento me ajudou muito... tenho que lutar constantemente mas estou bem melhor!

    Assim, quanto a ansiedade me ajuda muito pensa que 90% das coisas se resolvem sozinhas, sem precisar gastarmos energia nos preocupando ou fazendo qualquer coisa. É só fazer os 10%, fazer o que nos compete e esperar, confiar em Deus, respirar, que de um jeito ou outro tudo vai dar certo.
    Lembre-se que quem escreve sua história é vc. No fundo, mesmo estando um caos por dentro de nós, temos controle do que sentimos e escolha sobre o que decidimos ser ou não importante. Isso exige esforço, mas pode se esforçar um pouquinho para escolher o que sentir. tente. pense bem nisso.
    Espero que tenha conseguido me fazer entender e que te ajude minha tática.

    Bjus

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu não tenho acompanhamento pessoal, mas sinto que preciso para acalmar. Por enquanto vou tentando meditar para ajudar.
      E tens razão quem faz a nossa história somos nós!
      Beijinhos e obrigada pela força.
      Adriana.

      Eliminar