quarta-feira, 27 de abril de 2016

Desafio 30 dias - Dia 9

Para hoje, vamos falar sobre exercício físico tão importante quanto a reeducação alimentar no processo de emagrecimento, mas não só. É importante também para a nossa mente, era o que diziam e foi o que comprovei: enquanto nos estamos a exercitar os problemas da nossa cabeça desaparecem.

Foi só em 2013 que comecei a frequentar um ginásio, antes disso haviam alguns entraves que me impediam de fazer a matrícula: preguiça, falta de dinheiro e vergonha. Tudo “problemas” da treta que, afinal, até são facilmente resolvidos. Não podemos nos deixar vencer pela preguiça, pois depois de algum tempo se exercitando conseguiremos sentir algumas diferenças que nos farão compreender que mais vale mexer o corpo do que ficarmos jogados no sofá. Falta de dinheiro também não é desculpa, sempre podemos fazer uma caminhada ou corrida ao ar livre ou, ainda, experimentar fazer uns exercícios dos milhares que existem no YouTube e que até são explicados por profissionais da área. E, por fim, não temos que ter vergonha de nada, estamos tentando mudar o nosso estilo de vida em busca de ter melhor saúde e isso não é vergonha nenhuma.

Gosto muito das aulas de grupo, especialmente aquelas que nos fazem perder muitas calorias: body combat, body attack e power jump. Depois desse tipo de aulas e um bom banho me sinto muito bem, com o dever cumprido. Quando eu comecei a emagrecer só fazia esse tipo de aulas, entretanto, quando diminui as minhas idas ao ginásio, comecei a ter mais dificuldades para perder peso. Já percebi que devo voltar a apostar nesses tipos de aulas que para além de queimarem muito, como já havia referido, me distraem.

segunda-feira e quarta-feira são dias que não posso ir ao ginásio por causa da aula de inglês, mas eu arranjei maneira de me exercitar mesmo assim: levo em uma pequena mochila o livro, um lápis e o telemóvel (celular) e na volta para casa faço uma corrida, são 1,400km que me fazem muito bem.

Na quinta-feira tenho o tratamento da celulite, andava com a desculpa de que neste dia não dava para fazer nada porque na hora que termina o tratamento não nenhuma modalidade que me agrade, mas isto é só desculpa é claro, posso ir me exercitar na mesma que seja nas máquinas do ginásio ou quer seja fazendo uma corrida na rua.

Domingo costuma também ser dia de desculpas esfarrapadas, mas chega de desculpas! Uma corrida não fazia mal nenhum.

Assim o meu quadro fica bem mais interessante:

ANTES

DEPOIS

Sem comentários:

Enviar um comentário